sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Sou compulsiva sim...

Meninas magrinhas,

Hoje quero desabafar um pouquinho. Há algo que nunca contei para vcs: faço tratamento contra a compulsão. Tudo começou em 2009, quando desenvolvi um TOC de verificação associado a uma crise de ansiedade. Sair de casa era um tormento: verificava milhões de vezes se as janelas estavam trancadas, se o gás não estava vazando, se a pia não estava pingando e assim por diante. Fui obrigada a procurar um psiquiatra para me tratar...usei uma medicação durante 6 meses e fiquei "controlada". Como contei aqui, em 2010 sofri um aborto que desencadeou mais um processo compulsivo: compras. Minha médica disse que trocar de compulsão é algo muito comum: comida, jogo, compras e por aí vai...

Encontrar o equilíbrio é muito difícil: sou sempre 8 ou 80. Não estou tomando medicação alguma, mas frequento uma psicóloga semanalmente para que ela me ajude a ficar sem comprar. É curioso que cada hora compro alguma coisa compulsivamente: sapatos (tenho mais de 60 pares), roupas de malhar (tenho 38 conjuntos mais uns 20 tops), biju...a obsessão do momento é com vestidos: só essa semana comprei 5. E, o pior, é que escondo boa parte do meu marido, o que é um hábito do compulsivo.

Fico muito triste por ser assim, pois meu marido sempre reclama que não conseguimos juntar dinheiro para nada e sei que a culpa é toda minha. Meus cartões vivem cheios de parcelas de um monte de coisas. É uma sensação estranha, comprar me dá muita satisfação que dura até eu chegar em casa: coloco tudo no armário e esqueço que está lá. é comprar por comprar...

Não sei mais o que fazer...

Preciso encontrar meu equilíbrio...

Desculpem o desabafo, mas precisa contar isso aqui para vcs conhecerem um pouquinho mais de mim... Eu já havia escrito esse post umas três vezes e apaguei...Faltou coragem...

Bjs

9 comentários:

Jane disse...

Poxa q barra hein? Desejo q vc tenha força de Deus sempre com vc, pra te ajudar a superar esta fase!

Bjão

Jane
http://eueminhasgordices.blogspot.com/

Mel disse...

Oi,
é, o blog é um lugar que a gente pode desabafar mesmo...
Sei que em geral todas nós somos um pouco compulsivas...afinal muitas vezes comemos muiiiitooo, não é mesmo?
Acredito que quando a gente escreve ajuda bastante...talvez escrever mais vezes sobre o assunto, nem que seja em particular, ajude vc a visualizar o uqe pode fazer para mudar.
Alias, já pensou em ter só um cartão de crédito? rssss
Sucesso,
beijão,
Mel
dietadamelissa.blogspot.com

Taiane Marciano disse...

OI querida, vim aqui agradecer a visita no meu blog, gostoso eh fazer novas amizades.
E que barra essa sua situacao neh, mas se voce esta se tratando com certeza voce pode se ver livre disso, voce vai aprender a ter o dominio proprio, e como a Mel disse, escrever tbm eh uma terapia, fale sobre o assunto com voce mesma, antes de sair para comprar, pense... mas pq vou fazer isso? Sei que teoria muitos terao milhares para te aprensentar, mas so sabe quem passa pelo assunto, so o fato de voce ter contato aqui ja te faz uma vencedora!
Beijos com carinho e conte comigo!
Tai!

Gina disse...

Oi!!!!Gi!
Poxa!....isso é uma barra mesmo.
Tudo que vc escreveu...acontece comigo também.Minha mania agora é com macacões de ginastica...já tenho uns 50 e só uso dois pois fico com vergonha.E sempre estou querendo ver as novidades pra poder comprar mais....olha que loucura.
Agradeço seu desabafo....
Beijos!!!!

Rafaela Santana disse...

Gi!!!! Calma, amiga... todas nós sabemos um pouco como é duro lidar com a compulsão seja ela de que tipo for... e vc está com acompanhamento, tem amigos e um marido que te apoia muito... Vc está indo no caminho certo!!! Agora é um passo de cada vez!
Da mesma maneira que vc venceu com mérito a eliminação dos 15 kg no ano passado, vc também vai vencer essa luta pela compulsão das compras! Vc pode tudo, Gi!!! É só acreditar em vc mesma!!!
Pensamento positivo e foco, amiga!
Bjins

Marluce Silva disse...

Falar já é um grande passo, n é fácil realemtne o q vc passa, imagino... mas espero em Deus q vc fique curada, se vc já está fando sobre isso e se cuidando com uma psicóloga já está no caminho, peça ajuda a DEUS Ele conhece-nos por inteiro e cuida de nós, basta que deixemos e queiramos! Bjs

Pollyanna disse...

Oi Gisela, estamos aqui pra tudo e desabafar, conversar sobre o problema faz parte da recuperaçao.
Eu tbm sou compulsiva, mas por comida, tbm foi diagnosticado e isso aconteceu depois que tive síndrome do pânico.
Você não está sozinha!
Bjo

Carol Prestes disse...

Mesmo que eu insista na compulsão por comida, posso te dizer o seguinte: te entendo. Perfeitamente. Sei o que é isso. E é muito difícil fazer isso que você fez: assumir. É, aliás, o primeiro passo do AA que foi adaptado para o CCA (Comedores Compulsivos) e é também o lema dos compradores. O segundo passo é admitir-se impotente frente a esta situação. Vc também já o fez. Agora, minha querida, é buscar ajuda, não se abandonar, controlar os pequenos e grandes atos compulsivos e conversar (ou escrever) sobre o assunto.

Uma dica minha, que me ajuda muito: eu abri meu coração para o meu marido. Os detalhes mais sórdidos, tudo que eu já fiz por comida, meus desejos, vergonhas, amarguras, arrependimentos, TUDO ele sabe. É muito bom ter um apoio tão próximo.

Vc dizer que esconde do seu marido o que compra me faz lembrar de todas as vezes que comi brigadeiro escondido durante as viagens do André. E quando deixei de almoçar pra comer Mc Donalds sem ele saber. E as vezes que disse que a comida estragou porque eu simplesmente comi todo o resto do almoço.

Eu sei o peso disso.

Abra seu coração pra quem mais te ama. Vc não vai se arrepender.

Um beijo, com amor.

Anônimo disse...

Pretty portion of content. I just stumbled upon your website and in accession capital
to assert that I acquire actually loved account your blog posts.

Any way I'll be subscribing for your augment or even I achievement you get admission to consistently quickly.

Check out my web-site: dieta disociata